Fazer simulados em cursinhos populares, assistir aulas na internet e resolver provas antigas são algumas das maneiras de ingressar na faculdade sem ajuda extra.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Algumas pessoas aderem ao desafio de estudar por conta devido à situação financeira, afinal são altas as mensalidades dos cursinhos, ou porque pensam que é um modo de se tornarem mais autoconfiantes. De qualquer forma, todos estes métodos são válidos para quem quer mandar bem no vestiba e ingressar na universidade sem passar pelo cursinho preparatório. Mas é preciso se dedicar!

Embora a proposta “estudar em casa” possa parecer desanimadora de início, não é uma missão impossível. O cursinho ajuda, mas ainda assim é só um meio que fornece recursos mais práticos para que o aluno se dê bem no vestibular, ou seja, quem não faz cursinho talvez tenha que se esforçar um pouco mais nos estudos, mas nem mesmo o cursinho poderá fazer a parte de quem não pega nos livros quando está em casa. O segredo para estudar sozinho é a motivação ao vestibular e a carreira, pois quanto mais vontade o aluno tiver de ingressar em um curso, mais facilmente terá disciplina e organização para as horas de estudo que o vestibular exige.

Dentre outras vantagens, algumas pessoas dizem que estudar sozinho gera o sentimento de autoconfiança, pois mesmo depois do vestibular ou da universidade, o seu sucesso na vida profissional (e pessoal também) vai depender unicamente do seu esforço investido em si mesmo e por conta própria, ou seja, estudar sozinho é um ganho para a vida.

 

Já a desvantagem de estudar sozinho é que o seu tempo de estudo vai exigir de você muito mais disciplina, pois não há cobrança de professores, simulados, trabalhos ou provas a entregar. Mas há maneiras de driblar essas desvantagens, buscando os simulados dos cursinhos populares e os aulões abertos, ou ainda promover estudos em grupo e ensinar aquilo que aprendeu a alguém, esse é um excelente método de fixação.

Se estudar em casa for um problema devido ao barulho e à grande quantidade de pessoas, procure um lugar mais calmo e tranquilo onde possa se concentrar, e de preferência, longe da internet e redes sociais. Estudar sozinho não é um bicho de muitas cabeças, mas sim uma  questão de foco e disciplina.

Confira abaixo algumas dicas para estudar para o vestibular sem ser refém dos cursinhos:

- Estude pelas apostilas antigas de seus colegas. O conteúdo sistematizado auxilia a organização dos estudos.
- Caso algum assunto não esteja muito claro, a internet é sempre um bom recurso. É possível, inclusive, assistir aulas de professores de cursinhos no Youtube.
- Descanso é fundamental. Estudar sozinho por muitas horas é ainda mais estressante, portanto, o tempo de descanso não pode ser desprezado.
- Se ainda estiver na escola, aproveite ao máximo seus professores do colégio para tirar dúvidas.
- Use ao máximo as provas antigas e resoluções comentadas para entender os exercícios que considera mais complicados e ver o conteúdo que costuma ser cobrado.
- Leia bem o edital das provas que vai fazer. Além de conhecer melhor o tipo de teste e as suas exigências, conhecer bem a prova deixa você mais seguro.
- Aproveite o tempo mais disponível para caprichar nas leituras paralelas. Textos críticos podem ser o diferencial na formação de opinião e no preparo das redações.

Bom preparo e boa sorte! :)

 

 

Fonte: Guia do Estudante