Olá, vestibas!

O conflito entre israelenses e palestinos atravessa décadas e muitas pessoas ainda não compreenderem os reais motivos que desencadearam o mesmo.  Fatores religiosos, políticos-territoriais, históricos e, naturais desencadearam e fortaleceram a problemática ao longo dos anos.

Para os palestinos, Jerusalém representa a terra santa árabe, onde Maomé teria ascendido aos céus, porém para os israelenses, Jerusalém é o local onde surgiu e onde se edificará novamente o templo de Israel. Essa diferença gera conflitos pelo controle da cidade de Jerusalém, porém também existem disputas pelos territórios da Cisjordânia e Faixa de Gaza. Essas áreas foram ocupadas por palestinos durante o Império Romano e, hoje encontram-se sobre controle israelense. Para os palestinos, tal território os pertence, baseados no contexto histórico de serem herdeiros do profeta Abraão.

A existência de recursos naturais presentes na região, como: água, petróleo e outros também fomenta a disputa.

Fonte: Nova Escola