Para acessar o infográfico, clique na imagem

O soluço é provocado por um espasmo do diafragma, músculo que separa o tórax do abdômen e está diretamente relacionado com a nossa respiração. Esse espasmo é acompanhado simultaneamente pelo fechamento da glote, o que prejudica a passagem de ar para os pulmões e produz o som típico e característico do soluço.

Apesar do incômodo causado, as crises costumam ser de pouca duração. Entre as principais causas, acredita-se nas mudanças bruscas de temperatura e na ingestão rápida de grande quantidade de alimentos e bebidas, formando uma bolha de ar no estômago.

Não há comprovação científica da eficácia dos tratamentos caseiros, entretanto, como são inócuas, não há problemas em tentá-las. Entre as mais conhecidas estão: prender a respiração por alguns segundos e fazer gargarejos com bebidas geladas. Em casos em que as crises durem mais de 24 horas, é recomendado procurar  um especialista médico.

Para entender um pouco mais o que acontece com o corpo quando soluçamos, o Ig disponibilizou um infográfico bem interessante. Vale a pena acessar.

E você, tem alguma outra sugestão para cessar o soluço?

Fontes: Drauzio e Ig