O ano letivo já começou. E para quem é vestiba será um ano de muita ralação e, quem sabe, privações.

O caderno vestibular da Gazeta do Povo publicou nesta semana uma matéria muito bacana com dicas para os vestibas que vão enfrentar um ano de preparação para a maratona dos vestibulares e vou dividi-la com vocês:

Preguiçosos ou obcecados por estudar recebem conselhos diferentes dos especialistas. Os que têm mais dificuldade para enfrentar as apostilas precisam se convencer de que não é tão difícil assim. “Mesmo alunos com maior grau de dificuldade começam a entender e a desfrutar [o estudo] no momento em que eles se decidem a dedicar-se mais”, afirma Heliomar Rodrigues, coordenador pedagógico do Curso Dom Bosco.

Para os que têm tendência doentia a perseguir resultados e ao perigo de reduzir a sua vida ao vestibular, cuidado. “É importante ter vida social, fazer atividade física, arejar. O cérebro precisa de tudo isso para lidar com a carga de adrenalina que vai ter. Do contrário, virão os famosos ‘brancos’ ou o estresse”, alerta Evelise.

Ansiedade

É impossível eliminar completamente a ansiedade. A melhor forma de enfrentar esse estado é, além de aceitá-lo, tomar todas as medidas necessárias para estudar de verdade. “O ser humano tende a ficar mais ansioso quando espera um resultado ruim. Se o aluno tem horário, um método de estudo e não falta às aulas, acaba adquirindo segurança e conseguindo minimizar esse sentimento”, assegura Ivo Carraro, coordenador de atendimento ao aluno do Curso Positivo.

>>>Seja esperto

Se você começar o ano com ritmo, chegará preparado ao vestibular com tempo para descansar e fazer outras atividades. Para isso, faça um horário com as seguintes características:

Flexível, sem neuroses. O dia em que não conseguir cumprir as metas estabelecidas, não se desespere. Você não é uma máquina. Recomece logo, com paz: esse é o segredo do sucesso.

Tempo para dormir. As horas de sono são necessárias para que o cérebro memorize os conteúdos estudados. Durma de 7h30 a 8 horas por dia.

Horas de estudo bem pensadas de segunda a sábado. Se você estuda apenas de manhã ou à tarde, o ideal é planejar o que você fará nos momentos sem aula para não perder tempo e conseguir descansar. Uma dica é organizar o tempo com três blocos de 1h30 de estudo e 15 minutos de descanso.

Tempo para fazer esporte é essencial para estar preparado fisicamente. Por exemplo, se o seu tempo livre é à tarde, os períodos de estudo poderiam ser das 13h30 às 15 horas, das 15h15 às 16h45 e das 18 horas às 19h30, deixando 1h15, entre 16h45 e 18 horas para se exercitar. É possível.

Tempo para almoçar ou jantar em família. O perigo de se isolar neste ano é real e pode prejudicar o desempenho do estudante. Uma pessoa só consegue vencer a ansiedade e manter o equilíbrio na convivência, compartilhando ideias e interessando-se pelos outros.

Reserve tempo na semana para ler o jornal ou uma revista de atualidades para estar por dentro do que está acontecendo no mundo.

Organize uma hora na semana para ler com calma os livros do vestibular.

No domingo, descanse, faça outras atividades e saia de casa. O corpo precisa dessa parada para se manter saudável.