Professora Márcia Rabacci
Professora Márcia Rabacci

A agroindústria representa um grande setor da economia mundial. Todos os meses, indústrias desenvolvem novos produtos com os mais diferentes tipos de apelos como isenção de glúten, alimentos probióticos e alimentos para pessoas intolerantes a lactose. Isso significa que o mercado de trabalho para o profissional de engenharia de alimentos é muito promissor e atual. Só no Paraná, há uma grande produção de grãos.

Engana-se quem acha que a atuação deste profissional é restrita. Segundo Márcia Rabacci, professora do curso de Engenharia de Alimentos da PUCPR, o aluno egresso deste curso pode atuar em várias áreas: Produção Industrial, Gestão da Qualidade, Desenvolvimento e Otimização de Processos, Pesquisa e Desenvolvimento de Novos Produtos e Embalagens, Projetos Industriais, Comerciais e Marketing, Fiscalização de Produtos e Processos, Registro de Produtos, Gestão empresarial e empreendimentos próprios.

“Matérias com cálculo aplicado fazem parte da grade curricular do curso, mas todos os cálculos utilizados são

Francielle da Silva - aluna do curso de Engenharia de Alimentos mostra o Spray Drier, aparelho que desidrata leite em pó.

Francielle da Silva - aluna do curso de Engenharia de Alimentos mostra o Spray Drier, aparelho que desidrata leite em pó.

aplicados em nosso dia a dia”, explica. “Calcular volume, secagem e desidratar produtos como leite em pó e café também fazem parte da nossa rotina”.

Segundo a coordenadora do curso, Diana Fachin, cerca de 70% da grade curricular é composta por aulas práticas. Um

diferencial para quem fica ansioso e quer colocar a mão na massa.

Se você se interessou por este curso, acesse o site para mais informações. Para fazer sua inscrição no Vestibular de Verão 2012 PUCPR, acesse aqui.