lente-galactica-size-598A energia escura existe somente em teoria, mas sabe-se que essa força misteriosa, descoberta em 1998, está fazendo com que o universo se expanda cada vez mais rápido.

Para entender melhor essa força e explicá-la, astrônomos na Nasa desenvolveram um método que utilizará o telescópio Hubble para descobrir a verdadeira quantidade de energia escura presente no cosmos. Sabe-se que cerca de 72% do Universo é composto por ela, que 24% é composto por matéria escura e que menos de 4% é composto por átomos.

O estudo publicado analisou imagens que o telescópio Hubble fez do aglomerado de galáxias chamado 1689. Com essas imagens os cientistas conseguiram descobrir como a luz mais distante, vinda das galáxias atrás do aglomerado, é distorcida por ele — uma característica que depende da natureza da energia escura. Os dados descobertos foram utilizados para quantificar a força da energia escura, que está fazendo com que o nosso universo não pare de crescer.

Os cientistas esperam poder tirar vantagem da nova técnica para aprender mais sobre o papel da energia escura em nosso universo e comprovar que a expansão do universo não só continuará, mas também irá se acelerar indefinidamente.

Fonte Veja