Se você se interessa pela concepção, desenvolvimento e produção de objetos, o curso de Desenho Industrial com ênfase em Projeto do Produto é o ideal!

O profissional dessa área avalia as necessidades dos consumidores e, a partir dessa análise, elabora diversos tipos de produtos como móveis, calçados e eletrodomésticos. Profissão bastante valorizada, esse profissional pode trabalhar em fábricas, escritórios de design ou atuar como autônomo, desenvolvendo projetos ou integrando equipes de trabalho.

Com tantas opções fica até difícil escolher qual segmento dentro da profissão seguir. O vídeo acima fez parte do Programa Plug veiculado agora no mês de março. A entrevistada da matéria, Maria Alice Gazaniga é aluna do curso de Desenho Industrial – Projeto de Produto na PUCPR.

Conversei um pouco com ela para saber o que ela esperava quando entrou no curso, algumas dicas para os vestibas que pretendem seguir essa área e como foi essa participação no Plug.

Maria me disse que gostar de design ajudou muito na escolha do curso. “Eu tinha a curiosidade de saber como surgiam os produtos desenvolvidos por diversas empresas, como funcionam os processos de produção, tipos de materiais utilizados e esperava que o curso me ajudasse a responder minhas dúvidas e me ensinasse isso na prática”. Segundo a aluna, “para entrar no mercado de trabalho, o curso foi fundamental na minha formação como designer, tanto na teoria como na prática. Estar atualizada a atenta às novidades da área também me ajudou muito”.

Para os vestibas que pretendem atuar nessa área ficam as dicas: “aproveitar ao máximo tudo que o curso tem a oferecer, desde o primeiro ano, faz a diferença. Palestras, congressos e principalmente cursos devem ser aproveitados, pois nestes momentos oportunidades podem aparecer”, diz Maria.

E ela já está colhendo os frutos de sua dedicação. Ano passado recebeu o prêmio House & Gift de design com um jogo de xadrez, o mesmo exposto no Museu da Casa Brasileira e finalista do IDEA Brasil e do IF, um dos prêmios mais importantes de design.

A participação no Programa Plug veio através do seu trabalho com restauro e customização de móveis. “A proposta era desenvolver móveis com um mínimo custo possível, pensando em estudantes que vieram de outras cidades e não possuem muito dinheiro para mobiliar uma casa. Consegui produzir 6 peças com aproximadamente R$ 40, entre elas uma cadeira com espaguetes de piscina e prateleiras feitas com caixas de uva. Foi uma experiência incrível”.

Para quem se identificou com o assunto, para saber mais sobre o curso de Desenho Industrial – Projeto do Produto acesse o site.