celular proibidoAparelhos de celular costumam ser proibidos em salas de aula, mas nos Estados Unidos, muitas escolas decidiram incorporá-lo ao processo de aprendizagem. Nas aulas de Espanhol de um colégio na Flórida, por exemplo, a professora envia mensagens de texto aos alunos contendo comandos no idioma que ela leciona: “Tire uma foto com o secretário da escola”, “Vá até a cafeteria”. As mensagens também servem como lembrete para lição de casa, e os alunos ainda podem fotografar as anotações da professora com a câmera do celular.

Como a maioria dos jovens possuem telefones (nos EUA, 71%) e nem todas as escolas possuem um computador para cada aluno, a ferramenta acaba sendo bem útil nestes casos. Fala-se muito no lado negativo do uso dos aparelhos em sala de aula, mas estes exemplos mostram o contrário. Quem se interessar pela medologia pode pesquisar mais no livro From toy to tool: cell phones in learning, de Liz Kolb.

Fonte: Portal Terra