Centro_Cultural_Niemeyer_Goiania

Este continua sendo um dos cursos mais concorridos do vestibular.
E um dos motivos é a grande abrangência do seu campo de atuação, que vai do profissional liberal ao consultor autônomo, podendo atuar também como docente em universidades e até executar obras de restauro de patrimônio histórico, artístico e cultural. Isso porque a formação de um arquiteto e urbanista é multidisciplinar, envolvendo conhecimentos de Matemática, História da Arte, computação gráfica, meio ambiente, sociedade, etc., ao mesclar Ciências Humanas e Exatas sem deixar de lado a criatividade. O curso de Arquitetura e Urbanismo da PUCPR tem cinco anos de duração e é oferecido no Campus Curitiba. Saiba mais aqui ou no vídeo da coluna ao lado.

Conversei com dois alunos de Arquitetura e Urbanismo da PUCPR para saber o que eles estão achando da graduação. O João Orlando Loureiro, 20 anos, está no segundo período e já parece entusiasmado. Suas matérias preferidas são Composição Formal, Desenho Arquitetônico e CAD, o software mais usado na elaboração de projetos de Arquitetura e Engenharia. Infra-estrutura, recursos técnicos e a qualidade dos professores foram destacados pelo João como os diferenciais do curso. Já Lorana Schwantes, 26 anos, cita as atividades de extensão, como o programa de intercâmbio que a PUCPR mantém com instituições européias e norte-americanas. “Tive a oportunidade de estudar seis meses na Itália e foi uma experiência inesquecível, que me possibilitou conhecer outra faculdade, outro país, outra cultura”, conta Lorana, que está no último período do curso, fazendo estágio em uma construtora há dois meses. Sobre o futuro, ela diz que vê um mercado de trabalho cada vez mais exigente, onde é preciso buscar diferenciais para se destacar na profissão: “Acho que é bom diversificar as experiências no início de carreira e tomar decisões a partir de tudo o que for vivenciado”.

Perguntei ao João e à Lorana o que eles recomendariam para quem vai prestar vestibular esse ano. Ele sugere que o vestiba se informe muito bem sobre o curso que escolheu ao invés de deixar para a última hora. Lorana conta que estudou durante o ano todo, mas sem exageros (nem para as festas, nem para os estudos), mantendo uma rotina saudável e equilibrada. Boas dicas, não?

Imagem: Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia.