Boa notícia para os “cineastas” de plantão: o YouTube informou ontem que vai começar a dividir seus rendimentos de publicidade com os autores dos vídeos mais populares da rede. Se antes a única vantagem de ter um vídeo bombando no YouTube era ficar mais conhecido entre a galera, agora os aspirantes a videomakers também podem ganhar um dinheirinho extra. Tudo vai depender do número de exibições e de quanto os vídeos são compartilhados entre os usuários. Caso ele seja considerado um hit pelo Google, que controla o YouTube, a pessoa recebe por email uma mensagem de “habilitação de divisão de receita”. Assim que ela for aceita, o YouTube passa a vender publicidade e mandar a porcentagem de direito do usuário pelo sistema Google AsSense. O bolso agradece.

Para saber quais são os hits do momento no YouTube, esse site faz um mapeamento por país. Genial, hein?